Nossas Pesquisas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com o intuito de oferecer um tratamento de qualidade e contribuir cientificamente para classe odontológica, a Equipe da Clínica Humanus tem desenvolvido, desde a sua criação, projetos de pesquisa com grande relevância para a melhor compreensão de algumas patologias e, conseqüentemente, melhor indicação e aplicação para o alcance do diagnóstico preciso e do tratamento adequado.  
Como metas para o enriquecimento de sua produção científica, a Clínica Humanus realiza, no mínimo, 2 pesquisas e/ou apresentação de trabalhos em Congressos por semestre. Pesquisas na área da Estomatologia, Periodontia, Halitose e Boca Seca são as mais realizadas pela equipe.  
Trabalhos consagrados já foram apresentados nacionalmente, como a apresentação da dissertação de Mestrado da Dra Denise Falcão, em 2005, com o título “Avaliação da Viscosidade Salivar e sua Relação com a Halitose”; outros internacionalmente, como o estudo intitulado “Chemosensory Dysfunction X Imaginary Halitosis” apresentada no Japão em 2000; a pesquisa “Epidemiological Study on the Halitosis Patients – Brazil” apresentada na Inglaterra em 2003; ou ainda a apresentação do estudo “Saliva Characteristics in Relation to Caries and Halitosis” na Holanda em 2005.  

No ano de 2007, importantes trabalhos foram realizados por nossa equipe e em alguns já foram obtidos resultados parciais, como na pesquisa intitulada “Análise da viscosidade e pH salivar e sua correlação com a Doença Periodontal” desenvolvida pela Dra Tayana Filgueira. A proposta deste estudo foi avaliar se a viscosidade salivar alta e pH alcalino são achados freqüentes em pacientes com doença periodontal avançada. Pois, poucas informações estão disponíveis sobre a relação das alterações salivares para saúde periodontal. O resultado parcial encontrado afirma que existe consistente relação entre a viscosidade salivar e doença periodontal. Esta pesquisa continuará com o objetivo de realizar a avaliação em maior número de pacientes para que, desta forma, sejam obtidos resultados mais precisos.   

Outro projeto intitulado “Associação dos Padrões Salivares com Sinais e Sintomas Bucais e Sistêmicos em Idosos”, desenvolvido pelas Dras Denise Falcão e Soraya Coelho Leal, da Clínica Humanus e por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) não só da  Odontologia, mas também da Medicina, Bioquímica, Estatística foi o único projeto odontológico da Região Centro-Oeste a ser recentemente aprovado pelo CNPQ.

 A pesquisa será desenvolvida no Centro de Medicina do Idoso (CMI), no Hospital Universitário de Brasília (HUB) da Universidade de Brasília (UnB) e apresenta grande relevância científica e social, pois segundo o último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o número de habitantes com sessenta anos de idade ou mais aumentou duas e meia vezes mais (35%) quando comparada com outras faixas etárias da população brasileira (14%). Estima-se que em 20 anos, o Brasil terá a sexta maior população idosa do mundo. Estudos científicos afirmam que a redução do fluxo e composição salivar atinge 25% da população idosa e que são comuns as queixas de desconforto bucal e sistêmico em decorrência dessas mudanças, principalmente nos paciente que utilizam medicamentos, maioria nesta faixa etária. Os objetivos desta pesquisa incluem verificar a existência de correlação entre alguns parâmetros salivares e determinados sintomas e sinais bucais e sistêmicos, além de testar modalidades terapêuticas de estimulação de glândulas salivares em pacientes que apresentam baixo fluxo salivar.

Acreditamos que estaremos cumprindo um de nossos compromissos, que é oferecer aos nossos pacientes tratamentos aprovados pela comunidade científica. Além de contribuir na busca por novos métodos de diagnóstico e tratamento para a população em geral.