Navegação

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Matérias da capa / Pesquisa do Dr. Anderson Paulo busca novos caminhos para reconstituição óssea

Pesquisa do Dr. Anderson Paulo busca novos caminhos para reconstituição óssea

Segundo a OMS, existem cerca de 150 doenças e sí­ndromes ligadas a perdas e destruições ósseas. Assim, há uma grande procura por alternativas para curar ou minorar esta perda. Alguns recursos já estão disponíveis, e dentre eles destacamos o uso do osso autógeno (do próprio indiví­duo) que é uma boa opção e é tido como o padrão ouro para o reparo ósseo. Porém, sua obtenção nem sempre é possível devido a pouca quantidade disponível. Outra opção são os xenoenxertos que são materiais derivados de animais, principalmente de origem bovina, mas que não apresentam resultados tão bons como o osso autógeno. 

O mercado mundial movimenta aproximadamente 11 bilhões de dólares com bioengenharia para reparo ósseo e problemas esqueléticos. As células-tronco tem se mostrado como uma excelente alternativa para uma série de novas terapias.

Com o intuito de se buscar novas alternativas para reparação óssea, o Dr. Anderson Paulo realizou a retirada de células de periósteo da porção posterior do crânio de ratos da espécie WISTAR, pois nesta região encontram-se células em diferentes estágios de diferenciação e células-tronco. As mesmas foram induzidas a se diferenciarem em células osteoprogenitoras, ou seja, formadoras de osso. Os resultados da pesquisa evidenciaram que é possí­vel obter, cultivar e induzir as células a se tornarem osteoprogenitoras. Contudo, a associação do xenoenxerto com as células derivadas de periósteo não se mostrou eficaz no tratamento de defeitos ósseos crí­ticos. Portanto, novas pesquisas devem ser realizadas buscando um novo arcabouço para as células derivadas de periósteo no tratamento de perdas ósseas. 

A defesa de sua tese ocorreu na Universidade Estadual Paulista (UNESP), na cidade de Araraquara. A foto abaixo destaca, da esquerda para a direita, os Professores Doutores Arlindo Souza, Manoel Machado, Anderson Paulo, Mário Tanomaru, Fábio Berbert, José Mauro Granjeiro (Co-orientador) e Idomeu Bonetti (Orientador).