Como fazer sua higiene bucal

Periodontia - Como fazer sua higiene bucal:

Dicas básicas

Uma escovação adequada deve durar, no mínimo, dois minutos, isto é, 120 segundos!

Escove os dentes com movimentos suaves e curtos, com especial atenção para a margem gengival, para os dentes posteriores, difíceis de alcançar, e para as áreas situadas ao redor de restaurações e coroas. Concentre-se na limpeza de cada setor da boca, da seguinte maneira:

  • Escove as superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.
  • Escove as superfícies internas dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.
  • Em seguida, escove as superfícies de mastigação.
  • Para ter hálito puro, escove também a língua, local onde muitas bactérias ficam alojadas.
  • Troque sua escova de dente a cada 30 dias, pois além das cerdas apresentarem-se danificadas microscopicamente, verifica-se também grande acúmulo de germes!
  • Seqüência de higiene bucal: escovar com creme dental, usar fio dental, deslizar a escova das gengivas para o dente (sem creme dental) e limpar a língua.
Técnicas simples para uma boa higiene bucal

Tanto a escovação quanto o uso do fio dental não deverão provocar sangramentos e, se isto ocorrer, você deverá procurar um periodontista.

Escovação: Escove sem pressa, com escova macia, sempre que ingerir qualquer alimento, prestando bastante atenção no ato. A técnica também é muito importante.

Não se deve aplicar uma força muito grande, pois isto fere a gengiva e causa abrasão aos dentes, mesmos motivos pelos quais deve-se evitar pastas dentais muito abrasivas. Peça ao seu dentista que lhe indique um creme dental adequado ao seu caso.

A escovação deve ser feita com a escova inclinada em relação ao longo eixo dos dentes, em um ângulo de aproximadamente 45º, de forma a higienizar também o sulco gengival.

O conhecido movimento circular permite a limpeza em todas as direções, abrangendo assim sulcos, cicatrículas e fissuras existentes nos dentes.

Nesta foto, você vê a escova sendo aplicada sobre o dente sem a inclinação indicada.

Nestas três ultimas fotos, você acompanha o movimento no sentido gengivo-oclusal (da gengiva para a borda ativa dos dentes). Este movimento deve ser feito sempre, de preferência após o uso do fio dental e sem creme dental. Assim, ele auxiliará na remoção dos resíduos que ficam dentro do sulco gengival além de massagearem as gengivas.

Quando há espaços maiores entre os dentes, fica indicado o uso das escovas interdentais. Nestes espaços elas, juntamente com o fio dental, promoverão a saúde gengival desta região que é muito suscetível ao acúmulo de cálculo dentário (tártaro).

 

Fio Dental: Passe em todos os dentes, abraçando todos os lados.

Existem vários tipos de fios dentais. Consulte o seu dentista sobre a vantagem ou necessidade de um ou outro tipo. O tipo mais à direita é o mais comum, e se aplica praticamente a todos os casos.

   

O fio dental deve entrar suavemente entre as papilas gengivais e os dentes, limpando profundamente – sem machucar. Após atingirem esta posição, deve-se combinar um movimento de vai-e-vem com o de "subida" do fio (veja esquema). É importante lembrar de novamente inserir o fio dental entre estes dois dentes para higienizar o dente vizinho.

 

Língua: Higienize a língua utilizando um limpador de língua, pois este instrumento é muito mais eficiente do que a escova. Existe uma grande variedade deles no mercado, e você poderá utilizar inclusive alternativas como uma colher de tamanho médio, com a concavidade voltada para baixo. O modelo abaixo deve ser trocado a cada 6 meses.

Tome cuidado com a força aplicada. A utilização deste instrumento não deverá irritar a língua, e, se isto ocorrer, você deverá procurar o seu dentista para instruções.

 

Aviso Importante: O objetivo destas páginas Web é facilitar a comunicação de informações odontológicas. Em nenhuma circunstância elas devem substituir a atenção por parte de um profissional da saúde.