Navegação

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Inflamação Gengival (Periodontia) / Doença Periodontal x Alterações Sistêmicas

Doença Periodontal x Alterações Sistêmicas

Periodontia - Doença Periodontal x Alterações Sistêmicas

A integridade da saúde periodontal além de evitar perdas dentárias, previne a manifestação e agravamento de algumas condições sitêmicas. Hoje, o enfoque da prevenção não se limita apenas à aplicação de flúor, selante, e orientação de higiene bucal. A integração Periodontia/Medicina Bucal pode favorecer a realização de diagnósticos precoces de doenças sistêmicas bem como diminuir o agravamento das mesmas:

Doenças cardíacas:
As doenças cardiovasculares afetam milhões de brasileiros e é a segunda causa de morte no país. Muitos tipos de Doenças cardiovasculares podem ser prevenidos controlando seus fatores de risco, entre eles a Doença Periodontal.

Para se ter uma idéia, 40% dos pacientes atendidos no INCOR - Instituto do Coração, com endocardite bacteriana, apresentam má higiene bucal.A literatura científica afirma que pessoas com Doença Periodontal são duas vezes mais susceptíveis a doenças cardíacas do que aquelas com gengivas saudáveis!

Pessoas portadoras de febre reumática, prolapso da válvula mitral ou sopro cardíaco, podem necessitar de antibióticoterapia prévia aos procedimentos periodontais. Isto porque durante o tratamento gengival, as bactérias causadoras de doenças periodontais podem alcançar a corrente sanguínea e colocar o paciente em risco para a endocardite bacteriana (inflamação no revestimento e válvulas cardíacas).

Nossa equipe e o cardiologista determinarão se as suas condições periodontais e cardíacas requerem algum tipo de medicamento, antes, durante e/ou após o tratamento.

Diabetes
Cerca de 6 milhões de americanos possuem diabetes diagnosticada. Entretanto, calcula-se que uns 5 milhões de americanos sejam portadores de diabetes não diagnosticada. Uma das manifestações bucais da diabetes é a doença periodontal, pois o diabético apresenta menor capacidade de defesa e reparação tecidual, ficando o indivíduo mais suscetível à periodontite. Entretanto, as infecções pioram o quadro de saúde do diabético por perturbar o controle do metabolismo da glicose.

Ou seja, a atuação do periodontista será de grande importância tanto para o diagnóstico precoce da diabetes como para a integridade da saúde geral de pacientes diabéticos portadores de doença periodontal.

Câncer
A avaliação periodontal prévia ao tratamento de câncer é de extrema importância. Durante o tratamento do câncer: cirúrgico, radioterápico ou quimioterápico, podem ocorrer manifestações bucais decorrentes destes tratamentos ou agravar doenças bucais já existentes. Em alguns casos estas manifestações são tão graves que levam à interrupção temporária do tratamento do câncer. O paciente portador de doença periodontal terá o seu quadro agravado podendo causar uma infecção sistêmica, debilitando ainda mais o estado geral de saúde do paciente.

Alterações Gástricas
A Helicobacter pilory é uma bactéria reconhecida como um agente causador da gastrite crônica, úlcera péptica gástrica e duodenal e também tem sido associada ao desenvolvimento de câncer estomacal. O contato com esta bactéria se dá principalmente através de alimentos contaminados pela mesma. Porém, existem vários estudos evidenciando que a cavidade bucal atua como um reservatório desta bactéria, favorecendo uma retroalimentação da mesma no trato gástrico. Num estudo realizado no Hospital Dental de Glascow, na Escócia, foi detectada a presença desta bactéria na placa dental de 38% dos pacientes examinados. Ou seja, pacientes portadores de gastrites causadas pelo H. pilory deveriam também ter suas gengivas examinadas e tratadas, pois esta bactéria poderá também estar presente na placa bacteriana da doença periodontal.

Partos Prematuros
Já está bem demonstrado cientificamente que infecções durante a gravidez podem causar abortos, partos prematuros e o nascimento de bebês com baixo peso. Entretanto, uma equipe de pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte, Estados Unidos, descobriu que a infecção proveniente da doença periodontal também pode prejudicar o bom desenvolvimento de uma gravidez saudável e o nascimento do bebê com peso normal e no tempo certo.

Fique Atento

Além das inflamações gengivais e doenças periodontais, existe um grande número de patologias sistêmicas que atingem as estruturas periodontais. Essas alterações gengivais devem receber atenção, pois elas poderão estar sinalizando um comprometimento sistêmico que deverá ser diagnosticado e tratado tanto pelo periodontista como pelo médico especialista da patologia sistêmica identificada.

 

Pênfigo mucomembranoso: É uma desordem vesículobolhosa grave com manifestações cutâneas e bucais que acomete classicamente paciente de meia idade. As características iniciais podem ser desencadeadas por gengivite descamativa.

Líquem Plano: é caracterizado pela presença de manchas brancas que afetam a gengiva inserida, língua, lábios e mucosa bucal. É uma desordem mucocutânea que pode causar pápulas rosa-escuro nos pulsos, antebraços e pernas.

Escorbuto: Embora seja rara a deficiência de vitamina C no ocidente, o escorbuto pode ocasionalmente provocar hiperplasia gengival. A maioria dos pacientes que se apresentam com o problema possui uma dieta pobre em frutas e vegetais frescos.

Hiperparatireóidismo: Ocasionalmente manifesta-se o granuloma de células gigantes, porém o sinal radiográfico bucal característico da afecção é a reabsorção horizontal de crista óssea.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diabetes Mellitus: As alterações bucais são inespecíficas e ocorre principalmente no diabético insulino dependente não diagnosticado ou não controlado. Manifesta-se desde uma gengivite, como doença periodontal avançada, abscessos gengivais e candidoses ("sapinho").

 

Aviso Importante: O objetivo destas páginas Web é facilitar a comunicação de informações odontológicas. Em nenhuma circunstância elas devem substituir a atenção por parte de um profissional da saúde.