Padrões Salivares

Saliva: Padrões salivares

A saliva evidencia alterações de ordem sistêmica, emocional, alimentar, entre outras, que podem causar ardência bucal, cárie, mau hálito, lesões bucais, inflamação gengival etc.

Durante o exame clínico, o profissional deverá avaliar alguns parâmetros salivares que serão de grande importância para melhor compreensão dos achados bucais e obtenção de sucesso no tratamento:

 

pH:

O pH salivar padrão oscila entre 6.8 e 7.2.

Num fluxo salivar muito baixo o pH poderá ficar muito ácido: 5.3, enquanto que na presença de fluxo salivar abundante o pH poderá ficar bem alcalino: 7.8.

Medidores de pH:                                                                       

Uma dieta saudável consiste de alimentos basicamente alcalinos e 20% de alimentos ácidos. Quando esta proporção não é mantida, o organismo é sobrecarregado, prejudicando a homeostase. O pH salivar é utilizado por muitos médicos e nutricionistas como método de diagnóstico!

 

 

Padrões qualitativos:

Não há na literatura científica artigos que estabeleçam o padrão de viscosidade salivar que comprometa o hálito. Entretanto, este assunto tem sido objeto de pesquisa da Equipe Humanus.

 

PADRÕES QUALITATIVOS :
    Fluida     Normal     Viscosa
A imagem recebeu efeito especial para facilitar a visibilidade do "fio" salivar

 

Padrões quantitativos:

Com Estímulo:

ml/ min significado clínico
0,0 ausência de saliva (assialia)
0,1 a 0,4 hipossalivação severa
0,5 a 0,9 hipossalivação moderada
1,0 a 1,4 hipossalivação leve
1,5 a 2,5 ideal
acima de 2,5 hipersalivação (sialorréia)

Sem Estímulo:

ml/min significado clínico
0,0 ausência de saliva
0,1 a 0,25 hipossialia
0,3 a 0,4 ideal


Aviso Importante: O objetivo destas páginas Web é facilitar a comunicação de informações odontológicas. Em nenhuma circunstância elas devem substituir a atenção por parte de um profissional da saúde.